Compartilhe a Global Packing

Escolha sua língua:

English Spain

Importação no Brasil.

A mudança deve vir do país de estada do importador;

A mudança deve chegar ao Brasil dentro de 180 dias da chegada do importador;

O bilhete aéreo comprovando a chegada ao Brasil deverá ser apresentado para a liberação alfandegária da mudança;

É proibida importação de quaisquer veículos motorizados, barcos, parapentes, motocicletas, etc, bem como seus acessórios, como pneus, etc, exceto para diplomatas estrangeiros;

Não recomendamos trazer bebidas e comidas, ainda que em pequenas quantidades, pois estão sujeitos às autorizações do Ministério da Agricultura ou ainda confisco por parte das autoridades aduaneiras;

Deverá ser apresentada uma lista valorada e detalhada para a Alfândega, com os itens contidos na mudança;

Alfândega Brasileira não aceita cópia de documentos por e-mail. Todas as cópias deverão ser autenticadas em cartório Brasileiro;

Todos os embarques são 100% inspecionados pelas autoridades aduaneiras;

No Brasil, as taxas portuárias/alfandegárias são elevadíssimas e normalmente não estão incluídas no preço da mudança. Certifique-se disso, para evitar surpresas desagradáveis.

Brasileiros ou estrangeiros com visto permanente antigo

Deve ter morado no estrangeiro por pelo menos os últimos 365 dias. Será necessário para comprovação junto à Alfândega, Certificado emitido pelo Consulado Brasileiro do ou 13 últimas contas em nome do importador (contas de gás, água, telefone, luz ou recibos de salário ou imposto de renda.

Imigrantes

Os bens só devem ser importados após a aprovação do visto dando a permissão de residência . O importador já deve estar no Brasil quando a mudança chegar ao porto, pois é necessário que o passaporte já esteja carimbado pela Policia Federal Brasileira.

Diplomatas

Deverá solicitar um franquia Diplomatica ao MRE , antes da chegada da mudança, para a liberação dos bens.